Sala de Imprensa

Black Friday: seis dicas para não cair na blacklist dos clientes e dos provedores de e-mail

Especialistas da Return Path ressaltam a importância do e-mail para as vendas

São Paulo, novembro de 2018 – Estamos no mês da Black Friday e, com a proximidade da sexta-feira mais esperada do ano, as marcas já têm em mente suas principais estratégias de vendas, enquanto clientes seguem ansiosos por fazer os melhores negócios. Ainda que as redes sociais venham ganhando força na comunicação entre marca e consumidor, grande parte das ofertas ainda é enviada por e-mail, conhecido como o canal que apresenta o maior ROI. São cerca de R$ 126 de retorno para cada R$ 1 investido.

A questão é que, no ambiente da caixa de entrada de e-mails, o fornecedor de tênis não tem como concorrente apenas aqueles que comercializam sapatos. A batalha pela atenção do cliente envolve ofertas de produtos e serviços de diferentes segmentos. Cientes desse cenário, os especialistas da Return Path, provedora global de soluções de dados, prepararam uma lista com seis conselhos para que as marcas mantenham a credibilidade diante de clientes e provedores, seja na Black Friday ou nos demais dias do ano:

  1. “Tenha uma lista de qualidade!” – Na avaliação dos provedores, é um sinal muito ruim quando a mensagem de uma marca é classificada pelo destinatário como spam. Então, só envie campanhas de e-mail para pessoas que realmente manifestaram desejo de receber mensagens da sua marca. Não compre listas. E, após o primeiro contato, alinhe as expectativas do cliente sobre o que ele receberá e com qual frequência. É importante, inclusive, que o botão de descadastro seja de fácil acesso.
  2. “Acompanhe a reputação da marca diante dos provedores!” – De acordo com o Sender Score Benchmark Report da Return Path, os remetentes mais bem avaliados pelos provedores chegam a alcançar taxa de colocação na caixa de entrada de até 91%. Por essa razão, é muito importante ficar de olho na reputação da sua marca. É possível fazer isso pelo Sender Score.
  3. “Entregar na caixa de entrada não é o suficiente!” – Os especialistas da Return Path costumam dizer que “o engajamento é a nova entregabilidade”. Ou seja, não tem sucesso a marca que apenas acessa a caixa de entrada do cliente. Esse é um passo importante, claro! Mas, os provedores estão de olho nas métricas ocultas de entregabilidade de e-mail. Isso quer dizer que você pode ter insights interessantes sobre campanhas se acompanhar os índices de entrega em pasta de spam, leitura, exclusão sem leitura, resposta, encaminhamento, reclamação e marcação como spam.
  4. “Dê adeus ao no-reply!” – O histórico de engajamento do usuário com as suas mensagens é um dos principais KPIs utilizados pelos provedores no momento da decisão de filtragem para a caixa de spam. Então, por qual razão algumas marcas ainda insistem no envio de campanhas a partir de e-mails como no-reply@[dominio].com? De acordo com especialistas da Return Path, as marcas não devem perder a oportunidade de interagir com os clientes. Inclusive, eles devem ser estimulados a responder as mensagens e compartilhar os conteúdos. Pense nisso!
  5. Otimize a experiência com e-mails criativos – Abuse da criatividade no “subject”. Considere que 35% dos usuários de e-mail decidem se vão abrir uma mensagem após ler o título. Além disso, com tantas possibilidades no uso de imagens, animações e conteúdos de textos, vale a pena investir esforço nessa parte do processo. Há soluções que auxiliam nas melhores escolhas. Pense fora da caixa. Colocar o nome da marca no subject costuma render bons resultados.
  6. Considere a experiência do assinante – Ouça a voz do cliente. Entender os desejos e hábitos dos usuários de e-mail é vital na disputa das marcas pela atenção dos clientes. Pesquise quando, onde e como eles interagem com as mensagens e adeque o conteúdo das campanhas.

Sobre a Return Path
Provedora global de soluções de dados, a Return Path analisa a maior quantidade de dados de e-mails do mundo para mostrar aos profissionais de marketing como conectar a marca que eles representam ao público de interesse e fortalecer o engajamento com seus clientes. As soluções da Return Path auxiliam os provedores de e-mail em todo o mundo a oferecer ótimas experiências aos usuários e gerar confiança nos e-mails, garantindo a chegada das mensagens à caixa de entrada dos assinantes, e não ao spam. A Return Path foi fundada em 1999 e atualmente conta com 11 escritórios globais, incluindo a matriz, em Nova York, e a unidade do Brasil, instalada em São Paulo desde 2010. Inscreva-se em nosso Preference Center e fique atualizado sobre as melhores práticas e dicas da Return Path para melhorar o email marketing. Saiba mais sobre a Return Path em www.returnpath.com.br.

Informações para a imprensa:
Leonardo Stavale – leonardo.stavale@agenciarma.com.br
11 2244-5959

Your browser is out of date.
For a better Return Path experience, click a link below to get the latest version.