Blog

Socorro! Fui bloqueado no Hotmail! O que faço agora?

Return Path | 18 setembro, 2013

Se você já teve seu email bloqueado no Outlook.com, serviço gratuito de email, anteriormente chamado de Hotmail, então sabe que não é tão fácil descobrir por onde começar e o que fazer. Criei algumas dicas para qualquer profissional de marketing ou mesmo pessoa física que envia emails, visando ajudá-los a ter os emails entregues na caixa de entrada.

  1. Cheque seus registros de bounce. Se nenhum dos emails que você mandou foi aceito pelo Outlook.com/Hotmail/Live.com, cheque seus registros de log. Os bounces da Microsoft estarão incluídos no erro SMTP, no código de bloqueio. Para uma lista completa de códigos de erros SMTP, vá até o fim desta página.
  2. Siga orientações de infraestrutura técnica a seguir
    • Configure seu DNS. O endereço IP de envio de seu email deve ter um registro reverso válido de DNS utilizando um nome de domínio totalmente qualificado. Isso garantirá que seu domínio não será bloqueado por parecer usar endereço de IP dinâmico.
    • Autentique seu email. A Microsoft valida domínios que chegam utilizando SPF e, atualmente, está checando também o DKIM. Em alguns casos, publicar um registro SPF tem movido emails da pasta junk para a caixa de entrada, indicando que a Microsoft dá algum peso à autenticação em seu modelo de pontuação de reputação.
    • Gerencie suas configurações de conexão. Não abra mais de 500 conexões simultâneas nos servidores de email do Outlook.com. Falhar nisso provavelmente resultará em ter seu email adiado e você precisará ajustar suas configurações, se pretende seguir em frente.
  3. Gerencie sua reputação.  histórico de envio, reclamações de usuários e qualidade de lista são importantes medidas que a Microsoft e a maioria dos provedores de email observam para decidir se o email deve ser bloqueado ou não, ou enviado para a pasta junk.
    • Reduza reclamações. A filtragem da Microsoft geralmente é resultado de reclamações excessivas de seus assinantes. Certifique-se de que você se cadastrou no programa da Junk Mail Reporting (JMR) da Microsoft (comumente chamado de feedback loop) e suprima imediatamente todos os reclamantes de sua lista. Mas não apenas remova as reclamações de sua lista; utilize esses dados de feedback loop para auxiliar a identificar por que eles estão reclamando. Rastreie as campanhas que tiveram maiores taxas de reclamação para ajudar a localizar potenciais problemas. Considere coisas como relevância de conteúdo, fonte de dados de assinantes e a idade e atividade da geração de dados de reclamações e faça os ajustes necessários ao seu programa.
    • Cadastre-se no Smart Network Data Services (SNDS) da Microsoft. A Microsoft fornece dados valiosos para auxiliá-lo a monitorar sua atividade de IP via SNDS. Esse serviço gratuito te ajudará a identificar campanhas que resultam em reclamações excessivas e spam trap. Use essas informações para ajudar a identificar a raiz dos problemas e tome as medidas apropriadas para corrigi-los.
    • Cuidado com a filtragem Brightmail. A Microsoft usa o filtro de conteúdo anti-spam Brightmail  em suas decisões de filtragem. A tecnologia Brightmail aprende quais emails são spam entre todos os recebidos em suas redes de spam trap. Se um grande volume de seus emails for considerado suspeito, seu endereço IP pode ter sido bloqueado ou classificado como bulk. Você pode checar sua reputação de IP Brightmail e requerer remoção de bloqueio aqui.
    • Remova endereços inválidos. Gerencie sua lista para garantir a remoção de contas inválidas (usuários desconhecidos) e assinantes antigos /inativos. Não se sinta tentado a “fazer vista grossa” para esses endereços, esperando que eles façam suas métricas gerais parecerem melhores. A Microsoft e outros provedores de email podem te dizer se sim e, frequentemente, filtrarão suas mensagens para a pasta bulk como resultado.
    • Envie de IPs com uma reputação positiva. A Microsoft quer ver você enviando seus emails em IPs com uma reputação de envio estabelecida. Um novo IP, sem reputação, não significa que ele tenha uma boa reputação. O resultado disso é que emails enviados a partir de um novo IP geralmente são filtrados para a pasta bulk até que uma reputação positiva seja observada. Veja este artigo do blog da Return Path (em inglês) para detalhes sobre como você pode construir reputação em um novo IP.
    • Verifique sua reputação de IP. Certifique-se de checar regularmente sua reputação de IP e os vários fatores causando quaisquer declínios via senderscore.org. Uma pesquisa da Return Path mostrou que, quanto maior seu Sender Score, maiores suas chances de chegar à caixa de entrada. A imagem ilustra a porcentagem de emails que caíram na caixa de entrada nos principais provedores de email, em relação a seus Sender Score:hotmail_artigo1-300x157
  4.  Mantenha seus assinantes engajados com seus emails. Assinantes engajados impactam se seu email chegará à caixa de entrada da Microsoft ou à pasta junk. A Microsoft afirmou que observa as seguintes áreas de engajamento para decidir se envia o email para a caixa de entrada ou de spam:
    • Mensagens lidas e, então, deletadas
    • Mensagens deletadas sem ler
    • Mensagens respondidas
    • Frequência de recebimento e leitura de mensagens de uma fonteCaso não tenha visibilidade dessas métricas, você deve rastrear aberturas, cliques, conversões(!!!), atividades na web, etc. do seu lado. Se seus assinantes não registrarem nenhuma atividade baseada em suas métricas internas, há chances de eles não estarem respondendo para a Microsoft também.Ajude a manter assinantes engajados configurando as expectativas adequadas para o tipo e frequência de emails que eles receberão. Entregue o que prometeu com seus emails, sendo relevante para eles. Assim, eles facilmente reconhecerão que vem de você.
  5.  Tenha Certificação. Nossa, é muita coisa para acompanhar! A boa notícia é que a Microsoft utiliza a whitelist certificada da Return Path. Por ter um parceiro externo certificando suas práticas de envio, a Microsoft pode entregar seu email na caixa de entrada e com imagens habilitadas. A inclusão de seus IPs nesse programa vai impactar positivamente a entrega

 

Your browser is out of date.
For a better Return Path experience, click a link below to get the latest version.