Blog

Promoções de Final de Ano: Súplica de um cliente

Rafael Viana | 11 dezembro, 2017

Queridos varejistas!

Estamos às vésperas da Black Friday, do Natal e do período de saldões do final de ano. Tudo o que eu desejo é poder zerar minha lista de itens a serem comprados, a preços justos, sem chateações e, de preferência, no ambiente virtual, sem ter que me deslocar até a loja. Por favor, me ajudem nessa missão? Aqui vão ideias e feedbacks sobre e-mails de anos anteriores:

  • Só envie ofertas que façam sentido para mim – Eu sei que você já tem acesso a soluções que mapeiam minha idade, localização e recentes pesquisas sobre produtos e serviços, entre outras preferências. Então, economize o meu tempo e o seu.
  • Se necessário, sinalize sobre a urgência de eu abrir a mensagem. Mas seja verdadeiro! – Se a promoção for válida apenas para o dia do envio do e-mail, dê um toque sobre esse detalhe já na linha do assunto. Palavras-chave, como “desconto”, “promoção” e “off” também me atraem.
  •  Ajude-me a decidir se vou abrir ou não a mensagem – Sabe aquela microfrase que complementa a linha de assunto? Acredite, eu a leio com atenção. E ela facilita muito a minha decisão sobre abrir ou não uma mensagem. Detesto aquela mensagem “clique aqui para visualizar seu e-mail no navegador”.
  •  Deixe-me saber de cara com quem estou falando – No sender name (remetente), apenas o nome da marca já basta para chamar minha atenção. Para mim, gera mais dúvida quando recebo a abordagem de “Fulano, do E-Commerce X”.
  •  Adoro criatividade, mas use com moderação! – Emojis, números em contagem regressiva, animações, imagens e caracteres especiais são bem-vindos desde que tenham identificação com sua marca e sejam possíveis de visualizar em qualquer plataforma e dispositivo. Se os itens não abrirem ou estiverem desconfigurados, não vou engajar.
  •  Não me deixe na dúvida – Se a sua marca é voltada para um público despojado, receber uma mensagem cordial vai me deixar na dúvida sobre a veracidade do e-mail. E vice-versa!
  •  Respeite minhas decisões – Só me inclua no seu mailing se eu estiver de acordo. Caso eu peça para sair, por favor, não me amarre. Se insistir, eu vou te marcar como spam.

Atenciosamente,

Seu Cliente!

A carta acima é fictícia, mas tenho certeza que ela retrata sentimentos e opiniões de muitos clientes do varejo. A estimativa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) é de que neste ano somente a Black Friday renda R$ 2,506 bilhões, um aumento de 18% na comparação com o valor gerado em 2016. Acho que este já é um bom motivo para que os “toques do cliente” sejam colocados em prática.
E, mais importante, não se canse de testar! O mercado já conta com uma solução que permite aos profissionais de marketing olharem benchmarks e buscarem inspiração em outros players, importante ação nesse momento tão competitivo. É possível até mesmo ter acesso a métricas de engajamento de e-mails de outros setores e tipos de campanha.
Mensure sempre as taxas de abertura, cliques e conversões. Essa é uma forma de conhecer o seu público e ter uma visão mais real sobre a efetividade de suas campanhas.

Boas vendas!

Your browser is out of date.
For a better Return Path experience, click a link below to get the latest version.