Blog

O que é Feedback Loop?

Return Path | 16 outubro, 2013

Pensei em escrever sobre o que realmente é feedback loop. Isso porque, em conversas recentes com diversos clientes, descobri que muitos não sabiam o que é, como funciona e como esse recurso pode ser usado. Espero que esse texto seja útil para esclarecer o assunto.

O que é?
Quando um destinatário decide classificar seu email como “Reportar como Spam”, isso é considerado uma “reclamação”. Alguns provedores de email dão visibilidade a isso, ao aceitar que o remetente se inscreva para feedback loop –  ou FBLs –, ferramenta que permite ao remetente receber de volta as mensagens que foram alvo de reclamação dos usuários. O provedor de email encaminha a mensagem que gerou a reclamação de volta ao remetente em um endereço de email fornecido anteriormente, para que a pessoa possa excluí-lo de seu banco de dados.

Que provedores de email usam FBLs?
Infelizmente, nem todos os provedores de correio eletrônico dão a opção de criar feedback loops para seus remetentes. Abaixo, listei as empresas que fornecem essa funcionalidade:

Se você reparar, o Gmail não está na lista. O Gmail, entre outros provedores, não oferecem um serviço de feedback loop. Entretanto, neste outro artigo (em inglês) existem alguns dados úteis que você pode ler sobre o Gmail.

Como me cadastro?
O remetente precisa fazer um cadastro para permitir um feedback loop com o provedor de email, que geralmente pode ser encontrado no site do postmaster. A informação requerida vai variar entre os diferentes formulários. Alguns dos itens essenciais que devem ser solicitados são contatos, endereço de IP e o  email cadastrado para receber as mensagens. O Yahoo! especificamente exige que remetentes façam autenticações com DKIM para disponibilizar o processo de feedback loop. No cadastro do Yahoo!, você terá de fornecer os valores d= e s= de sua assinatura DKIM, então prepare-se!

O que preciso fazer?
Endereço de email feedback loop:
Você precisará configurar uma conta de email para receber as mensagens de retorno dos provedores. Esse endereço deve ter um script de análise monitorando todas as mensagens que chegam, para remover a informação necessária.

Colete dados:
A informação enviada de volta ao endereço de email de feedback loop do remetente é simplesmente uma cópia da mensagem que o reclamante recebeu. O formato mais popular entre provedores de email é o Formato de Reporte de Abuso (Abuse Reporting Format – ARF). Agora, o remetente pode coletar quaisquer informações que ele quiser dessa mensagem, que incluem o cabeçalho e o corpo da mensagem. No mínimo, o remetente poderá remover o endereço de email e adicioná-lo à lista de supressão. Infelizmente, os provedores escrevem o endereço de email da pessoa na mensagem enviada de volta, então o remetente deve encontrar outra maneira de identificar o usuário da mensagem. Isso pode ser feito através de links de rastreamento no corpo do email ou identificadores de assinante no x-header inserido pelo remetente.

Quais os benefícios?
Remova usuários reclamantes:
O principal motivo para o processo de feedback loop é ser capaz de remover um usuário de sua base de dados. Você quer evitar pessoas enviando múltiplas reclamações, o que pode atrapalhar sua entregabilidade. Além disso, reclamações também levam futuros emails para a pasta de spam de um usuário. Como os ISPs estão direcionados ao engajamento, a quantidade de emails indo para a caixa de spam também pode atrapalhar sua reputação.

Identifique servidores comprometidos:
Segurança de redes é algo que não deve ser deixado de lado. FBLs ajudam a identificar problemas de segurança ao permitir que o remetente veja todas as reclamações de seu IP. Se seu IP estiver comprometido, você pode receber reclamações em partes da mensagem enviada.

Identifique campanhas/métodos de aquisição problemáticos:
Colete mais informações dos feedback loops, como o número de identificação da campanha, ou o ID da lista de aquisição do cabeçalho. Dê o primeiro passo identificando quais campanhas são mais problemáticas, seguindo por uma avaliação de fatores como conteúdo e frequência. Essa é também uma ótima ferramenta se você tiver múltiplas fontes de listas. Isso pode acontecer porque você tem uma fonte problemática de lista que precisa ser reavaliada ou segmentada em outro IP para não atrapalhar o resto do seu programa de email.

Your browser is out of date.
For a better Return Path experience, click a link below to get the latest version.