Blog

E-mail marketing: cinco dicas para uma campanha de sucesso

Samuel Sousa | 19 maio, 2017

O e-mail marketing é uma das ferramentas mais utilizadas pelas marcas para a divulgação de seus produtos e serviços. Grande parte dessa adesão se deve à relação positiva entre custo e benefício. A questão está em ter atenção ao planejamento das campanhas para que o investimento financeiro e de tempo não vá parar no lixo do correio eletrônico ou na caixa de spam.

Se campanhas de e-mail fazem parte de suas estratégias como profissional de marketing, e você está interessado em potencializar os resultados para os negócios, compartilho com você cinco importantes orientações:

  1. Mapeie a localização geográfica dos assinante e suas preferências – Tenha em mente que os assinantes tendem a abrir e-mails promocionais que façam sentido para a vida dele. Não adianta enviar promoções de casacos para pessoas que residem em regiões quentes do País. Essa afirmação se reforça em um cenário no qual, por exemplo, basta fazermos uma busca simples na Internet por uma bicicleta preta para passarmos a ser bombardeados por anúncios direcionados, em diferentes plataformas digitais. Uma solução simples é incluir no formulário opções de questões que lhe permitam mapear a localização geográfica do assinante e os tipos de produtos ou serviços que mais lhe interessam.
  2. Atraia a atenção do assinante pelo visual – Sem dúvida, o assunto e o cabeçalho do e-mail marketing são itens muito importantes. Mas, tenha cuidado para não focar toda a criatividade nesses campos, em detrimento do conteúdo do corpo do e-mail. Procure ser criativo, deixe seus usuários se envolverem com a mensagem por meio de links, cores fortes, emojis específicos, etc.
  3. Entenda a preferência do seu cliente no acesso à Internet – Mais de 80% dos usuários de Internet acessam a rede via dispositivos móveis, de acordo com dados do IBGE, e esse número só tende a aumentar. Outro dado a ser considerado é a existência de consumidores que possuem um perfil “multi tela”, caracterizado pelo hábito de fragmentar o processo de compra durante o dia, entre diferentes dispositivos. Dessa forma, é fundamental entender a dinâmica do comportamento do seu público. No mercado, existem soluções que possibilitam visualizar as campanhas na caixa de entrada de diferentes dispositivos, com a opção de corrigir eventuais falhas antes de disparar e-mails aos consumidores. Há ainda ferramentas que permitem obter informações sobre o tempo gasto pelos assinantes lendo seu e-mail e, geograficamente, onde eles estão abrindo as mensagens.
  4. Só envie mensagens para quem quer receber seus e-mails – Ter uma lista com e-mails de assinantes que desejam receber mensagens de sua marca é vital para manter uma reputação saudável com os provedores e, consequentemente, uma campanha de e-mail marketing com maiores chances de sucesso. Minhas dicas: nunca compre listas de e-mail e sim adquira os endereços diretamente com o assinante; já no primeiro contato deixe claro que tipo de e-mails irá enviar; e mantenha os cadastros atualizados. Em todas as mensagens é fundamental que a opção de descadastro seja de fácil localização. É melhor retirar um cliente da lista a correr o risco de ele marcar sua mensagem como spam.
  5. Cuidado para não perder o cliente no momento do cadastro – Em geral, as pessoas gostam de praticidade, principalmente os nativos digitais. Já vi formulários de inscrição que mais pareciam interrogatórios de tantas informações pessoais que pediam para o assinante. A recomendação é que o processo de inscrição se mantenha em uma página e seja de fácil preenchimento.

O tempo e as novas tecnologias estão longe de ofuscar a relevância do e-mail. A vida da ferramenta está longe do fim e ela tem se mostrado cada vez mais vital para as estratégias de marketing.

Definitivamente, o e-mail cumpre a promessa de atingir pessoas e aumentar vendas, por isso vale o investimento em boas práticas!

Your browser is out of date.
For a better Return Path experience, click a link below to get the latest version.