Blog

4 tendências super adiantadas para você monitorar em 2018

George Bilbrey | 6 dezembro, 2017

É comum que empresas, no período que antecede a Black Friday, enviem promoções antecipadas à própria data , estou feliz em oferecer alguns conselhos – super adiantados de tendências do mercado de e-mails para monitorar em 2018.

1. Maior importância do Gmail, sua filtragem de nível de assinante e (espero) o converção do termo “entregabilidade” em “otimização de envio”. Continuamos a ver o crescimento de usuários Gmail nas listas de assinantes. Em mercados como a Alemanha, onde os provedores de e-mail locais eram responsáveis pela maioria das caixas de e-mail, agora observam o Gmail cada vez mais se consolidando como o principal fornecedor de caixa de correio para muitos dos nossos clientes.

Devido à forma como o Gmail filtra o e-mail comercial, as métricas de engajamento globais e as métricas por assinante são fatores cada vez mais importantes na determinação da entrega em caixa de entrada. Esta filtragem baseada no engajamento significa que qualquer profissional de Marketing que deseja otimizar aberturas, cliques e conversões precisa prestar atenção, com muito mais detalhes do que hoje:

Para quem você está enviando: O assinante está ativo com em e-mail? Eles são mais engajados com seu e-mail do que outros remetentes? É provável que gerem retorno econômico (por meio de abertura ou cliques)?

Como você está enviando: qual é a cadência ou frequência de envio para cada assinante? Qual é a ordem em que você envia o e-mail? A que horas você deve enviar para cada assinante?

A experiência ao longo do último ano mostra que, para encontrar o resultado ideal, esta decisão não pode ser deixada apenas para uma régua (por exemplo, você não enviará para qualquer pessoa que não tenha aberto ou clicado nos últimos 90 dias), mas em vez disso, precisa ser baseada em análises mais robustas. Isto é o que eu chamo de “envio otimizado”.

2. Contínua desintegração da tradicional cadeia de valor do e-mail marketing. O pacote tradicional de ESPs (provedores de serviços de e-mail) geralmente consiste em uma plataforma completa de dados de clientes, recursos de criação de e-mail, sistema de gerenciamento de campanha, serviço de disparo de e-mail e serviço de análise agrupados em um único item.
Os maiores usuários raramente usam toda a cadeia de valor. Na maioria dos casos, os grandes enviadores mantêm seu próprio banco de dados de registro de clientes e apenas exportam os dados necessários para o ESP sob demanda.

A arte do e-mail geralmente foi construída e testada fora do sistema do ESP para esses usuários maiores.

Estou vendo tendências adicionais que indicam uma dissolução mais rápida da cadeia de valor tradicional.

O aumento da plataforma de dados do cliente: uma nova categoria de plataforma de canal cruzado para armazenar e “ativar” dados vinculados a clientes individuais está ganhando interesse entre os profissionais de marketing. São utilizadas soluções de terceiros ao invés de banco de dados de marketing clouds ou ESP.

Profissionais de e-mail marketing se conectam diretamente aos serviços de envio baseados na nuvem para e-mails baseados em campanha: muitos estão começando a usar serviços de enviode e-mail via API – como Sendgrid, Sparkpost, Dyn, Mailgun e outros – para o envio baseado em campanha. Eles estão usando seus próprios bancos de dados de clientes e sistemas de gerenciamento de campanhas em conjunto com esses serviços.

Novos serviços de e-mail marketing adicionados aos serviços de envio baseados em nuvem: muitas startups novas e brilhantes em nosso meio optaram por enviar e-mails sem criar sua própria infraestrutura de envio, enviando por serviços baseados na nuvem.

3. A facilidade em adquirir crédito gera crescimento de startups e mais atividades de fundos de investimento. O capital continua a ser historicamente fácil de encontrar, para construir novas startups de e-mail ou adquirir empresas existentes. Ao longo dos últimos anos, vimos muita inovação no e-mail marketing provocado parcialmente por startups que foram financiadas por investidores.

Ao mesmo tempo, vimos um grande número de acordos de fundos de investimento recentes em que as empresas existentes foram adquiridas. Em alguns casos, essas empresas vêem oportunidade no mercado e estão investindo para o crescimento.

A continuação desta tendência provavelmente significa mais concorrência e mais opções para o e-mail no futuro.

4. A Inteligência Artificial e o machine learning tornam-se mais incorporados ao e-mail marketing, mas apenas as partes que são fáceis de integrar nos fluxos de trabalho e de dados atuais. As capacidades de IA e machine learning estão muito à frente da capacidade da maioria das equipes de marketing de usá-las. Até o momento, as aplicações mais fáceis de integrar são as que estão sendo usadas com mais frequência. Essas aplicações incluem otimização de linha de assunto, otimização de oferta de produto baseada em imagens dinâmicas e otimização de momento de envio.

Acredito que a adoção dessas tecnologias continuará crescendo ao longo de 2018. Outras aplicações mais sofisticadas terão que aguardar a aceitação em massa.

E você? Quais das tendências espera começar ou continuar em 2018?

Esta publicação originalmente apareceu no Media Post.

Your browser is out of date.
For a better Return Path experience, click a link below to get the latest version.